UNIEDFCAST #6 Esportes da natureza

Os esportes de aventura e (ou) da natureza constituem de um conjunto de práticas recreativas que surgiram nos países desenvolvidos na década de 70, desenvolvendo-se e consolidando-se apenas na década de 90.

Esses esportes são praticados por pessoas comuns, muitas vezes consideradas sedentárias, e são procurados também por pessoas com vida rotineira, que optam por pratica-los no pouco tempo livre, muito também pela relação dos esportes de aventura com o turismo.

Com o surgimento de competições, como as de corridas de aventura, escaladas e outros, surge o processo de esportivização dessas atividades.

Os esportes de aventura possuem características e significados diferentes dos esportes tradicionais. Eles não possuem limitações de tempo e espaço. A partir de normas de seguranças existentes, as modalidades permitem que o praticante se confronte consigo e assim superem limites, ultrapasse barreiras e vença desafios.

Eles são classificados em: Esportes de aventura na natureza e esportes radicais urbanos. Um exemplo de esportes da natureza é o rapel (que possui com sua essência a natureza), e um exemplo de esportes radicais urbanos é o skate (praticado comumente em ambientes urbanos).

São esportes com o maior grau de risco físico que geralmente estão relacionados à altura, velocidade e esforço físico. São atividades responsáveis por estimular hormônios existentes no nosso corpo como a dopamina, endorfina e serotonina, que nos dá uma sensação de prazer e dever cumprido logo após sua realização. Eles dão uma sensação de liberdade e ajuda na relação social, afetiva e faz com que o sujeito reflita sobre o real valor da vida.

No turismo de aventura, o praticante não precisa ter a aptidão física que o esporte em si exige, não é preciso ser um profissional para praticar tal esporte, mais utilizado para o lazer.

Já os esportes da natureza exigem um conhecimento do sujeito, no qual ele precisa saber os elementos básicos e avançados sobre o esporte.

Alguns esportes de aventura:
Bungee jump, o mergulho que é dividido em 3 tipos: Mergulho livre, autônomo e dependente(também conhecido como sub autônomo), montanhismo, rapel, paraquedismo, parapente, rafting, Corridas de aventura, surf, voo livre, arborismo, mountain bike.

Ouça-os com mais detalhes no nosso #6 episódio do UNIEDFCAST.


Esse projeto faz parte do projeto de extensão “Conteiner saúde: Laboratório de ideias e inovações” do centro acadêmico de Vitória/ UFPE, coordenado pelo professor Luiz Miguel Picelli Sanches (luiz.sanches.ufpe@gmail.com).

Página no Facebook: https://www.facebook.com/Uniedfcast-2093344130912335/
Canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCN-aTJr1os3a7-PrBe7W2qg
Nosso site: http://uniedfcast.conteinersaude.com.br
Email para contato: uniedfcast.cav@gmail.com